Comunidade saltograndense confecciona tapetes de crochê para procissão de Corpus Christi

www.diariodeourinhos.com.br publica entrevista ao Pe. Giovanni.

No ano em que comemora o centenário da Paroquia Nossa Senhora do Patrocínio, a comunidade de Salto Grande fez uma grande demonstração de fé. A ideia de confeccionar tapetes de crochê para a procissão de Corpus Crhisti teve uma ótima aceitação na cidade. Mais de 500 modelos que enfeitarão as ruas da cidade e a Igreja.

“Há nove anos que estou em Salto Grande, vim da Itália e encontrei aqui essa tradição bonita de enfeitar as ruas com pó de serra, pó de café e vários outros materiais. Aos poucos fomos introduzindo algumas novidades, como doação de alimentos, agasalhos e há dois anos começamos com a ideia de substituir enfeite tradicional por tecido, pra ser utilizado posteriormente na confecções de toalhas, lençóis e entre outros para doação ao Asilo, Santa Casa e Casa Paroquial”, destacou o Padre Giovanni Battaglia, durante entrevista.

De acordo com o sacerdote, no ano passado, quase todo o trajeto foi enfeitado com tecido. “No mesmo dia, tive a ideia de substituir esses materiais por tapetes, já que o processo de coloração do pó de serra pode fazer mal para as pessoas. Essa ideia de trabalhar o barbante já possuiu uma base popular, que facilita o processo de confecção. Essa foi uma solução ótima para a comunidade. Além disso, recebemos doação de uma fabrica de barbante aqui de Salto Grande, através da pessoa de Silvestre Roberto Mourão Cury, o que ajudou muito na confecção”.

Segundo o padre, no início a ideia não surtiu muitos comentários. Foi calculado que seria necessário 500 tapetes de 2 metros de comprimento por um metro de largura, que resultaria em um quilometro de trajeto de procissão. “Certo dia, uma pessoa me procurou para dizer que havia pensando em fazer um tapete para a procissão e isto foi como uma confirmação de que estávamos no caminho certo”, destacou.

Desde então, o padre começou a conversar com a comunidade, pedir nas missas que a população ajudasse, sempre destacando os padrões dos tapetes. O que ele não imaginava era chegar na véspera da missa de Corpus Christi com todos os tapetes confeccionados. O Pe Giovanni destacou que a emoção de alcançar esse desafio foi como o de vencer uma corrida, uma competição, já que ouve muito entusiasmo e alegria.

“Vamos guardar os tapetes após a procissão, pois isso será um marco neste ano, que é o centenário da paróquia. Todos procuraram caprichar, dar o melhor de si, tanto nos tapetes, quanto na generosidade e no apoio a iniciativa. Os tapetes têm um grande valor de espiritual, de oferecimento, de alegria que vem das pessoas que fizeram e por isso não tem como vender, pois foi doado para Jesus, para a Igreja, pra a procissão de Corpus Christi”, afirmou.

Além disso, as escolas municipais e a APAE de Salto Grande compraram tecidos para fazer lençóis, já que no inicio não era esperado ter tapetes suficientes para completar o trajeto. São 290 metros de tecidos, que serão confeccionados lençóis para doarão Asilo e Santa Casa.

Estou muito alegre, pois essa ação envolveu bastante a comunidade. “Para esse ano, fizemos uma reunião e decidimos começar os preparativos mais tarde, já que por ser tapetes o trabalho será menor. Combinamos iniciar o enfeite das ruas do trajeto as 13h e as 16h30 a procissão. O trajeto é o tradicional, saindo da Capela São Paulo (do Asilo) até a Rua Rui Barbosa, onde fica a Igreja Matriz”, lembrou o padre. As sobras de tapetes serão utilizadas para decorar o altar e a igreja.

O sacerdote lembrou ainda que o sentido do Dia de Corpus Christi é testemunhar como católicos e como Igreja o valor da eucaristia. “É um dia pra testemunharmos a presença de Jesus, como Ele mesmo disse, onde dois ou três estão reunidos em nome Dele, já é a sua presença no meio de nós. Principalmente na palavra, pois a palavra de Deus é Jesus encarnado, mas também na eucaristia, pois é Jesus se oferecendo a nós como alimento. Isso é a coisa mais preciosa que queremos testemunhar neste dia. Hoje falamos feriado, mas isso significa outra coisa para o mais leigos, que utilizam o dia pra descansar, viajar, fazer turismo e isso é uma pena, pois é há o risco de estragar um valor que é sagrado”, finalizou.

O álbum completo dos tapetes de Corpus Christi você pode conferir nos blogs http://catequesesaltogrande.wordpress.com  e https://paroquiasaltogrande.wordpress.com.

* Agradecemos a Vanessa e o Diario pela publicação.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s