Uma carta de Sendai: eu sou muito abençoada!

ANNE THOMAS 14/3/2011

Olá Minha amada família e amigos,
Primeiro eu quero agradecê-los muito por se preocuparem comigo. Eu estou muito tocada. Eu também quero me desculpar pela mensagem genérica para todos vocês. Mas esta parece ser a melhor maneira no momento para enviar uma mensagem a vocês. As coisas aqui em Sendai tem sido surreal. Mas eu sou muito abençoada por ter amigos maravilhosos que estão me ajudando muito. Já que a minha cabana não esta mais valendo este nome, eu estou agora ficando na casa de amigos. Nós compartilhamos suprimentos, como água, comida e querosene para o aquecedor. Nós dormimos enfileirados em um quarto, comemos a luz de velas, contamos historias. É acolhedor, afetuoso, e bonito. Durante o dia nós ajudamos uns aos outros a limpar a bagunça em nossas casas. As pessoas sentam em seu carro, olhando as noticias nas telas dos seus sistemas de navegação, ou se enfileiram para obter água quando a fonte esta aberta. Se as pessoas têm água correndo em suas casas, eles colocam um sinal no lado de fora assim os outros podem vir encher suas jarras e baldes. É absolutamente impressionante que onde eu estou não tem havido pilhagem, nem empurrões nas filas. As pessoas deixam suas portas da frente abertas, assim é mais seguro quando um terremoto sacode. As pessoas continuam dizendo, “Oh, isto é como costumava ser nos velhos tempos quando as pessoas ajudavam umas as outras.” Os tremores continuam acontecendo. Na última noite eles sacudiram a cada 15 minutos. As sirenes são constantes e os helicópteros passam sobre nossas cabeças com freqüência. Nós tivemos água por umas poucas horas em nossas casas ontem a noite,e agora por meio dia. A eletricidade veio esta tarde. Gasolina ainda chegou. Mas tudo isto é por área. Algumas pessoas têm estas coisas, outras não. Ninguém se lava por vários dias. Nós sentimos sujos, mas há tantas preocupações mais importantes que esta para nos agora. Eu amo este despir-se do não essencial. Viver totalmente no nível do instinto, da intuição, do cuidado, do que é necessário para sobreviver, não apenas para mim, mas para todo o grupo. Existem universos paralelos estranhos acontecendo. Casas bagunçadas em alguns lugares, contudo adiante, uma casa com futons ou roupas lavadas secando no sol. As pessoas se enfileiram por água e comida e, no entanto umas poucas pessoas levam seus cachorros para passear. Tudo acontecendo ao mesmo tempo. Outros inesperados toques de beleza são primeiro, o silencio da noite. Sem carros. Ninguém nas ruas. E os céus a noite são cheios de estrelas. Eu geralmente posso ver duas, mas agora todo o céu esta preenchido. As montanhas em Sendai são solidas e com o ar fresco nós podemos ver suas silhuetas contra o céu magnificente. E os Japoneses são tão maravilhosos. Eu volto para a minha cabana para checá-la todo dia, agora estou enviando este e-mail por que eletricidade esta ligada, e eu encontrei comida e água deixada naminha porta. Eu não tenho idéia de quem deixou, mas estava lá. Um homem velho de chapéu verde vai de porta em porta verificar se todos estão bem. As pessoas conversam com completos estranhos perguntando se eles precisam de ajuda. Eu não vejo sinais de medo. Resignação, sim,mas medo ou pânico, não. Eles nos dizem que podemos esperar réplicas, e até outros tremores maiores, por um mês ou mais. E nós estamos tendo tremores, rotações,sacudidas e estrondos constantes. Eu sou abençoada nisto por que euvivo numa parte de Sendai que é um pouco mais elevada, um pouco mais solida do que outras partes. Até agora esta área esta em melhorsituação do que outras. Ontem a noite o amigo do meu marido veio do interior, trazendo comida e água. Abençoada de novo. De algum modo neste tempo eu percebi da experiência direta que há naverdade um passo Cósmico evolucionário enorme ocorrendo por todo omundo agora neste momento. E de alguma maneira conforme eu experimento os eventos acontecendo agora no Japão, eu posso sentir meu coração abrindo largamente. Meu irmão me perguntou se eu me sentia pequena por causa de todos estes acontecimentos. Não me sinto. Ao contrario, me sinto como parte de algum acontecimento muito maior do que eu mesma. Esta onda de nascimento (por todo o mundo) é dura, mas também magnífica.
Obrigada novamente por seu cuidado e Amor por mim, Enviando amor de volta, para todos vocês.
Anne

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s